Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Japão, gastronomia e cultura

O blog da Anabela Marcelino

Japão, gastronomia e cultura

O blog da Anabela Marcelino

23
Out16

Kit Sushi YASUSHI

Yasushi

Kit Sushi

Descrição de todos os produtos

AF-content-00 (1).jpg

 

 Arroz de sushi

Arroz de grão curto, suave e glutinoso. Deve lavar muito bem até a água ficar transparente, para cozer, 10 minutos lume alto, 10 minutos lume baixo, 10 minutos lume apagado. 

AF-content-09 (1).jpg

 

 Soja

Molho soja fabricada a partir de uma mistura de soja e cereais fermentados.

O condimento mais usado na comida Japonesa. Se achar salgado adicione água. Ou um pouco de limão, o molho soja é só para salgar o peixe não é para comer em demasia. Também há soja sem glúten e baixa em sal.

AF-content-07.jpg

 

 Gari

Gengibre laminado em conserva, pícles levemente adocicado, contém sal açúcar e vinagre de arroz. Pode ser branco ou rosa. Usado para limpar o palato em cada peixe ou rolinho diferente. Também é muito bom para a digestão.

 

AF-content-04.jpg

   

Yakinori

Alga marinha, seca e tostada, utilizada para fazer os rolos de sushi e temaking.

A alga deve servir-se estaladiça, se não tiver crocante é porque o arroz está com excesso de água, e a alga absorveu.

Ccontém muitas vitaminas, exencial para a nossa saúde.

AF-content-03.jpg

 

 Wasabi (neri pasta)

Tempero utilizado na colunária Japonesa, sabor forte, picante e era muito utilizado como antídoto por envenenamentos de ingestão de alimentos, hoje em dia serve para matar as bactérias do peixe cru. Por isso deve colocar um pouco sobre o peixe cru (dizem).

AF-content-06.jpg

 

 Makisu

Feita de bambu, usado para enrolar o sushi. Deve colocar pelicula transparente em cada utilização, é mais higiénico e a esteira dura mais tempo. Deve lavar e secar muito bem para não criar fungos.

AF-content-02 (1) (1).jpg

 

 

Vinagre preparado

O vinagre preparado, já tem todos os ingredientes para temperar o arroz, ligeiramente adocicado.

AF-content-08.jpg

  

Suporte Pauzinhos

Para quem não tem muita prática em segurar os pauzinhos para comer o sushi. Muito usado para crianças.

AF-content-06.jpg1 (1).jpg

  

Pauzinhos Bambu

Pauzinhos em bambu são mais suaves na boca e tem menos lascas. Também há de madeira mas são ásperos

AF-content-06.jpg1.jpg2.jpg

 Por fim temos a caixa, ideal para fazer uma oferta.

AF-content-01 (2).jpg

 

 

 Para comprar www.yasushi.pt

 

 

 

 

 

 

 

www.yasushi.pt
12
Out16

Benefícios das algas

Yasushi

Portugal é um país com uma grande riqueza pela sua localização marítima e pelo clima ameno, não sabem a sorte que têm de ter nascido num pais como este, para não falar de outras coisas boas que temos, se fosse enumerá-las, não chegava as páginas deste blog.

Hoje falo das ALGAS, sim as algas vêm do mar, são apanhadas por mergulhadores durantes horas e depois secas ao sol espalhadas uniformemente, isto é a forma mais artesanal e é também feito em Portugal.

As algas contêm vitamina A e C, são uma exelente fonte de minerais, principalmente de cálcio, cobre, zinco, estrôncio, níquel, …, além do seu alto teor de proteínas, hidratos de carbono e algumas algas com vitaminas B12. (consulte o seu médico se pode consumir algas)

4d147f467f13ebbdc1c95f971dd9a6d6.jpg

 

 

Kombu

Alga marinha muito utilizada na gastronomia Japonesa, além de temperar o arroz que usam para o sushi também usam em cozinhados e sopas. As algas são vegetais superintuitivos. Tipicamente, a alga Kombu tem um elevado teor de iodo, potássio e cálcio: em particular o iodo, um elemento natural valioso para o bom funcionamento da glândula tiróide. As algas kombu são particularmente ricas em sais minerais, aminoácidos e açúcares simples, mas entre seus principais nutrientes destacam os hidratos de carbono, sem olvidar a sua grande dose de proteína, em comparação com os vegetais que geralmente comemos.

O kombu é uma alga comestível dos mares do norte da Ásia. Tem sido usado na cozinha para mais de 1000 anos na cozinha. Hoje, o foco da produção é quase inteiramente no Japão, mas as algas kombu são consumidas no mundo inteiro.

Excelente para cozinhar com as leguminosas, tornando os mais macios e digeríveis. Devem ser mergulhadas umas horas antes, até mesmo de um dia para o outro.

alga-kombu_foro (2).jpg

Wakame

O wakame é particularmente popular na culinária asiática, especialmente no Japão e é altamente valorizado por seu sabor. A alga wakame purifica o nosso corpo completamente, removendo as toxinas nocivas e o excesso de fluidos que fazem danos orgânicos e estéticos. Portanto, esta alga é frequentemente usada em dietas de emagrecimento e desintoxicação. Graças ao seu efeito purificador a alga é também particularmente adequada para pessoas com pressão arterial elevada.

Devido ao seu poderoso efeito purificante a alga wakame é também muito adequada para estimulara secreção dos rins e do fígado. Purifica e restaura estes órgãos. O wakame promove a secreção dos hormônios no organismo, que contribui ao nosso melhor funcionamento. Esta alga é um cúmplice perfeito para pessoas que querem manter os fluidos em seu corpo em equilíbrio.

Como uma folha gigante de carvalho (as algas podem ter até 1,5 m de largura) o wakame cresce na costa da Galiza. Ele é particularmente rica em cálcio, iodo, proteína e fibra, e maravilhosamente versátil na cozinha: se pode comer crua em saladas, sopas ou cozidas, arroz, combinados com outros legumes no forno, simplesmente cozida, para o preenchimento de empanadas, etc .

 

Alga Wakame.jpg

As algas nori são umas das algas mais conhecidas porque são usadas na preparação do sushi. De todas as algas do mar é a mais rica em provitamina A, um elemento que fomenta a saúde da pele e unhas.

As algas Nori também ajudam a reduzir os níveis de colesterol e a remover os metais pesados que se formam na corrente sanguínea. Como outras algas do mar as algas nori contém muito iodo, tornando-a particularmente útil para o tratamento da gota e estruma. Esta alga é particularmente rico em vitaminas do complexo B, proteínas, ferro, potássio e cálcio.

É uma pequena alga com muitas dobras. A alga é cultivada no Japão, onde é moída e prensada em tiras. Na Galiza, as algas crescem selvagens, na maré baixa. Eles são em seguida moídos em flocos. A alga tem um sabor intenso, se pode comer crua ou levemente torrada em um prato polvilhado. Além disso, essas algas são particularmente ricas em proteínas, vitamina B12 e vitamina A.

 

800px-Nori (1).jpg

 

Aramé - alga muito fina que se cozinha com os vegetais, excelente para os órgãos reprodutores femininos (mas também boa para os homens); deve demolhar cerca de 15 minutos e cozinhar durante mais ou menos meia hora (ou mais).

Hiziki - textura semelhante à aramé, mas mais espessa e com um sabor a mar muito mais forte, a alga hiziki tem uma quantidade enorme de cálcio, cozinha como a aramé.

 

hijiki.jpg

Dulse

De todas as algas, a Dulse contém a maior parte do ferro, tornando-se muito útil no caso da anemia. E particularmente recomendada por ser rica em magnésio, potássio, iodo e fósforo e contém muito pouco sódio. Ela contém uma grande quantidade de potássio e magnésio, que ajudam a combater o stress. Graças ao iodo que ajuda a prevenir e tratar doenças da tireóide.

Esta alga já era conhecida pelos antigos celtas. Graças ao seu alto teor de vitamina C ajudou a lutar contra os casos de escorbuto dos marinheiros. A alga é particularmente rica em proteínas e próvitamina A. Por causa de sua cor avermelhada, ele dá sabor a pratos rápidos e saladas, mesmo sem remolhá-la. Graças ao seu bom gosto e aroma, é uma das algas mais recomendada para comer crua ou na sopa.

Pode-se usar crua em saldas e cozida é adicionada aos pratos rápidos, escaldada ou adicionada no final. Mesmo com legumes, sopas, macarrão, cuscuz, omelete, quinoa, etc.

 

Alga-dulse (2).jpg

Agar-agar - em flocos ou barra, a agar-agar prepara fantásticas gelatinas de fruta ou de vegetais; excelente para obstipação e para ajudar a perder peso; deve demolhá-la poucos minutos e cozinhar até que a alga se dissolva; deixe depois solidificar e obtém uma gelatina excelente.

 

Alghe_wakamw3-agar.jpg

 

Alga Tosaka

Há verde, branco e vermelho, alga conservada em sal, assim conserva-se mais tempo. Perfeito para alimentação equilibrada, contém muitas vitaminas, ideal para saladas e guarnições, sashimi e sonomono.

Modo de preparação: Colocar as algas em água fria para retirar o sal, depois de retirar o sal o que não usar deve guardar no frigorífico e utilizar o mais rápido possível.

benimo01.gif

Kaiso

Mix de algas desidratadas, com wakame, nori e agar agar. Indicada para saladas e para acompanhar sashimi e sunomono. Basta hidratar as algas por 5 minutos em água fresca, escorrer, lavar em água corrente e servir.

Kaiso Salada.jpg

 

 

 Algumas informações são tiradas do site Inkanat

Com tantos beneficios, porque não incluir o uso das algas diáriamente. Pode comprar em www.yasushi.pt

 

 

 

 

 

 

www.yasushi.pt
04
Out16

Risoto de cogumelos Shitake

Yasushi

beneficios-cogumelo-shitake.jpg

Boas a todos, hoje apeteceu-me cogumelos Shitake, estes cogumelos são chineses mas são usados muito na gastronomia Japonesa, os cogumelos são dos melhores vegetais que podemos comer, além das vitaminas que possuem, tem muito poucas calorias.

Embora seja tecnicamente um fungo, o cogumelo é classificado como um alimento de origem vegetal para fins nutricionais. E assim como as verduras e legumes, o cogumelo é rico em vitaminas, minerais e antioxidantes que contribuem não somente para manter a saúde como também para combater doenças.

 

O cogumelo shitake:

  • É rico em selénio (mineral que contribui para a saúde dos vasos sanguíneos e ajuda a controlar o funcionamento dos hormônios da tireóide);
  • Possui Vitamina B– também conhecida como riboflavina, atua na produção de energia para o organismo. Cinco cogumelos por dia fornecem 16% da necessidade diária de vitamina B2;
  • Contém Niacina, ou vitamina B3, que, assim como a riboflavina, também atua na produção de energia;
  • É uma óptima fonte de Vitamina B9(ácido fólico), nutriente essencial para gestantes;
  • Tem uma boa concentração de vitamina D (somente os cogumelos desidratados que foram expostos ao sol para secagem);
  • 75 g de shitake fornecem 70% das necessidades de cobre e 50% da ingestão diária recomendada de vitamina B5.
  • O shitake contém ainda uma boa concentração de zinco, manganésio e cálcio.

Então fica aqui a receita:

Em primeiro coloquei os cogumelos de molho de um dia para o outro. Mudo a água passado umas horas.

 

20160916_191432 (1) (4).jpg

 

 

No dia seguinte, escorro bem os cogumelos, passo pelo papel ou pano para ficar mais seco.

20160917_192839.jpg

Depois tiro o pé dos cogumelos e corto em fatias mais ou menos de um dedo de largura.

20160917_192941.jpg

De seguida faço um refogado com cebola, alho, (e cenouras opcional), umas fatias de pimento, deixo alourar,

20160917_195039.jpg

...e coloco os cogumelos,

20160917_195206.jpg

...passado uns 5 minutos acrescento um copo de Sake de cozinha, Massamune,

20160917_194245_001.jpg

...um pouco de sal e deixo cozinhar por mais 10 minutos.

20160917_194953.jpg

Por ultimo, junto o arroz risoto, e rectifico o sal e deixo cozinhar por mais 12 minutos, não

deixar a água desaparecer, acrecentar um pouco água se for preciso.

20160917_200525.jpg

 E está tudo pronto, sabor intenso, cheio de vitaminas, fácil de digestão.

20160917_201931 (3).jpg

 

Simples...!

Bons cozinhados!

 

 

 

 

www.yasushi.pt

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Comentários recentes

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D